Sevilha • Isla Mágica



video

A Isla Mágica!
Era um destino que queríamos visitar à alguns anos, pois é o parque temático mais conhecido em Espanha, mas como a Alexandra Luísa ainda é pequena tinha receio que se tornasse muito cansativo devido às altas temperaturas que se costumam sentir em Sevilha.
Não me enganei. Em Junho faz mesmo muito calor por aqueles lados e não aconselho a fazer este tipo de programa com crianças pequenas. Se for para passar apenas algumas horas muito bem, mas um dia inteiro na rua com 40º-45º é extenuante!
A alegria e o desejo de experimentar tudo fazem esquecer o calor, mas a verdade é que constantemente procurávamos os repuxos de água para nos refrescar! E os litros de água que bebemos!!!!



























A água é mesmo o elemento principal do parque, tudo gira à volta da água e grade parte dos divertimentos a incluem, o que é muito refrescante e divertido.








































Existem divertimentos para todas as idades. Alguns deles são emotivos demais para o meu gosto! Tudo o que seja montanhas russas ou quedas livres já não me seduzem.


























































































A barraquinha das gomas:








Para petiscar escolhíamos sempre "El Canón", uma cervejaria onde se consegue comer tapas muito boas.







Devo dizer que fiquei desiludida com a Isla Mágica no seguinte aspecto:
Paga-se bilhete para entrar e depois dentro do parque muitos divertimentos são pagos à parte, o que não está correcto.
De todos os parques que visitámos apenas neste isto acontece.
E não me queixo injustamente, senão vejamos: o Templo do Terror, a pista de karts, a escola de navegação para pilotar barcos telecomandados, a luta com balões de água, a bola gigante que anda dentro de água, tudo isto [e mais alguns que agora não me ocorrem] é pago à parte.
Uma família de quatro pessoas pagar cinco euros por cada divertimento dá um total de 20 euros apenas para disfrutar de um deles! Não acho bem.
O ano passado quando fomos ao Parque Warner isto não acontecia, todos os divertimentos estavam abertos ao público sem custos extra, na DisneyLand também não se pagava nada extra, pelo menos quando lá fomos.

O mais importante é que aproveitámos ao máximo e principalmente as crianças adoraram [a Mãe e o Pai também!!!].

Etiquetas: