Doce de Tomate Aromatizado com Gengibre



Todos os anos por esta altura se repete cá em casa o Doce de Tomate.
Tal como o ano passado, conforme vos mostrei AQUI, a abundância de tomate permite-me fazer este doce que tanto me agrada.
Doce de Tomate e Doce de Abóbora são sem dúvida as minhas versões preferidas!
O tomate vem directamente da horta dos meus Avós, é daquele bem tosco e mole que não se presta a saladas ou a confecções crúas, é bom para fazer molho de tomate, doce de tomate, sopa de tomate, mas para salada não pois é mole demais.
Para aromatizar escolhi novamente o gengibre pois é uma especiaria que tempera muito bem o doce.
Quem não apreciar o seu sabor evidentemente que pode suprimir.

Outra observação que deixo prende-se com o facto de eu fazer o doce de tomate com as pevides do tomate.
Faço-o porque gosto. 
As pevides dão uma graça ao doce, agrada-me imenso tanto o efeito visual como o sentir as sementes quando se come o doce.

E agora uma dica: ao cozinharem doce no copo da Bimby não coloquem mais de 800 gr. de fruta, senão sai para fora depois ao ferver.
Acreditem no que vos digo, é por experiência própria :)
O doce de tomate então demora bastante a ganhar consistência de doce pois contém muita água, quando ferve salpica bastante e se cozinharem muita quantidade garantidamente ficam com uma Bimby a escorrer doce.



Ingredientes:
| Tomate
| Açúcar
| Gengibre em pó

Preparação:
Retira-se a pele e o pícaro central ao tomate.
Para pelar com facilidade basta introduzir durante uns minutos em água a ferver e depois retirar a pele.
Coloca-se o tomate cortado em pedaços no copo da Bimby e junta-se metade do peso em açúcar.
Adiciona-se também uma colher de sobremesa de gengibre.
O tomate pesava 700 gr., adicionei 350 gr. de açúcar e uma colher de sobremesa de gengibre.



Programa-se 40 min., vel. colher inversa, temp. 100º.
O tempo de cozinhar e apurar o doce depende de muitos factores.
A qualidade do tomate tem influência, pois existem variedades que largam mais sumo.
Convém ir sempre verificando o ponto de cozedura e não se orientarem exactamente pelo tempo das receitas.
No caso específico deste doce cozinhei durante 40 minutos, depois retirei o copinho e programei ainda mais 20 min., vel. colher inversa, temp. varoma.
Por cima da tampa coloquei o cesto para evitar salpicos.

Obtive duas taças cheias como mostram as fotos.


Etiquetas: