Pérolas do Mar com Camarão Tigre em Risotto de Mostarda e Caril




Não gosto de cozinhar refeições de um tacho só.
Aquelas receitas em que se faz tudo de uma vez no mesmo tacho.
Não consigo, desse modo, dar o ponto ao arroz, por exemplo, ou neste caso ao marisco.
Pois basta um ingrediente ficar cozinhado demais, ou de menos, para comprometer o resultado final.
A sugestão que vos apresento de seguida pode ser feita juntamente, eu prefiro fazer em separado pois só assim consigo que as pérolas do mar fiquem com aquele aspecto dourado delicioso sem que fiquem cozinhadas demais.
Assim que verifico que estão no ponto posso apagar o lume e deixar o risotto terminar de cozinhar a meu gosto, e no final junto tudo, como mostram as imagens.
O meu marido estava convencidíssimo que eu cozinhava vieiras, quando na verdade as pérolas do mar são rodelas de pota. Ficam super macias e saborosas, adorei mesmo o resultado final.
Além das pérolas do mar usei ainda uns camarões tigre. Utilizando a mesma receita poderá apenas usar-se um destes ingredientes, será apenas uma questão de gosto, tal como os temperos usados no risotto.
Eu coloquei caril e mostarda em pó [quem precisar eu tenho para envio, podem ver toda a informação AQUI], a quantidade é também a gosto, o meu conselho é que não se abuse pois são condimentos fortes.

Desta vez tive a ajuda do meu novo jarro eléctrico, uma magnífica oferta que recebi e que muito me tem ajudado. Mantém a água sempre quente enquanto se prepara o risotto.

Ingredientes:
| 200 gr. de Arroz para Risotto
| 1 embalagem de Pérolas do Mar, da Pescanova
| 4 Camarões Tigre
| 3 dentes de Alho
| 1 Cebola pequena
| Azeite
| Caril
| Mostarda em Pó
| 1 Caldo de Tempero de Alho e Salsa
| Sal
| 40 ml. de Vinho Branco 
| 400 ml. de Água a ferver
| Manjericão fresco

Preparação:
Pica-se o alho e a cebola, usei uma picadora pequena manual da Tupperware.
Coloca-se metade da cebola e alhos picados numa tacho onde se vai preparar o risotto e a restante quantidade onde se irá saltear as pérolas do mar e o camarão.
Adiciona-se azeite em ambos os utensílios para cozinhar.

No tacho onde se prepara o risotto, e assim que a cebola começar a alourar, adiciona-se o risotto e frita-se dois minutos, mexendo cuidadosamente.

Ter em atenção que NUNCA DE DEVE LAVAR este tipo de arroz para que não perca a goma e fique bem cremoso.

Deita-se então um pouco de água a ferver, pouca quantidade de cada vez e deixando sempre que seja absorvida pelo risotto.

Agora com o jarro novo que tenho, gentil oferta da SEB, facilmente coloquei a água a ferver e foi deitando directamente do jarro para o tacho sempre que precisava.

Tempera-se com as especiarias, como referi usei caril e mostarda em pó e uma pitada de sal.
Juntei ainda meio cubo de caldo de tempero de alho e salsa [a outra metade usa-se nas pérolas do mar].







A meio da cozedura do risotto junta-se um pouco de vinho branco ou verde.




Demora cerca de 15 minutos a cozinhar, depende também da quantidade.
O importante é que cozinhe aos poucos, deitando um pouco de água a ferver de cada vez e deixando que seja absorvida por completo antes de se juntar mais, só assim ficará bem cremoso.




Ao mesmo tempo que se faz o risotto prepara-se as pérolas do mar e o camarão.
Os camarões e as pérolas do mar que usei estavam congelados, apenas retirei a casca do corpo do camarão [estando congelado faz-se com muita facilidade] e mantive a cabeça.



Com a cebola já dourada junta-se as pérolas do mar.



Rega-se com um pouco de vinho branco, tempera-se com o restante caldo de alho e salsa, usei ainda a mistura de especiarias para peixe e sal.
Tapa-se e deixa-se suar.
Passados uns 5 minutos já as pérolas estão todas soltas [isto porque usei-as congeladas].
Adiciona-se o camarão tigre, rectificam-se os temperos, tapa-se novamente e deixa-se cozinhar.



Quando o risotto estiver pronto deita-se por cima as pérolas do mar e o camarão salteado.



Adiciona-se umas folhas de manjericão fresco e serve-se.
Poderá também polvilhar-se com queijo.





Etiquetas: , , ,